Bem Vindos

MENSAGEM DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Numa época em que as discussões se centram, invariavelmente, em temas dominados pelo económico, pelo tecnológico, pela competitividade mundial ou pela sociedade de informação, tendemos a esquecer que subsistem, nas mais desenvolvidas economias mundiais, bolsas de pobreza e de exclusão onde as necessidades a satisfazer são, ainda, de caráter tão básico como a habitação, o acesso à educação ou a sociabilização.

Aos poderes públicos é exigida uma atenção permanente em várias frentes: preparar o futuro num mundo globalizado e concorrencial, mas sem abandonar aqueles grupos sociais que, por variadíssimas circunstâncias, se arriscam a ficar irremediavelmente à margem de qualquer modelo de desenvolvimento viável e sustentado.

A Câmara Municipal de Guimarães assumiu, como uma das suas prioridades, dotar todos os cidadãos de habitação condigna, tendo cometido à CASFIG a responsabilidade de instruir processos de atribuição de fogos e de gerir os vários empreendimentos de habitação social construídos.

Enquanto empresa municipal, à CASFIG compete-lhe realizar tais tarefas com total isenção e rigor, velando pela boa conservação dos empreendimentos sob a sua gestão.

Contudo, sabemos que ter uma casa, ainda que dotada de todas as condições físicas e materiais, não garante uma porta de entrada para a cidadania plena.

Preferimos prosseguir um conceito abrangente de habitação , no qual casa também queira dizer acesso à cidade e àquilo que representa a vida no espaço urbano, como emprego, educação e formação, cultura, transporte, saúde, informação, desporto, lazer etc.

Estes são, para nós, alguns domínios essenciais à integração social das populações e à realização de todos os indivíduos como cidadãos na plena posse dos seus direitos e deveres.

A CASFIG tem posto em prática uma política de gestão integrada de todo o parque habitacional que se encontra sob sua responsabilidade, procurando associar a qualidade de vida da população residente à boa conservação do património.

Na verdade, é nossa convicção que, só de forma integrada, intervindo nas várias frentes que podem influir sobre o bem-estar de indivíduos e famílias, é possível alcançar uma inclusão social positiva e harmoniosa da população residente, integrando um grande número de pessoas cuja história de vida os coloca em posição de maior vulnerabilidade a fenómenos de exclusão social.

O contacto e acompanhamento permanentes com a população residente, a disponibilidade para a solução de problemas e a consolidação de um espírito de participação e partilha de responsabilidades continuarão a conduzir a ação estratégica da empresa.

O agravamento da situação socio-económica a que temos assistido nos últimos anos vem reforçar a necessidade de a CASFIG assumir uma postura pró ativa na prevenção, na identificação, no diagnóstico, no acompanhamento e no tratamento personalizado dos problemas que possam afetar o equilíbrio dos indivíduos, das famílias e, em consequência, dos vários empreendimentos, enquanto sistemas sociais.

Ignorar a situação social, económica e familiar dos seus moradores criaria as condições ideais para o surgimento ou agravamento de problemas potencialmente graves e comprometeria a nossa capacidade para colaborar na procura e implementação de soluções.

Assim, com os moradores, procuramos combater o estigma do "bairro social" com participação, solidariedade, afetividade e responsabilidade, para que, às condições dignas de habitabilidade, se possa associar a integração plena na vida social e o exercício integral da cidadania.


O Conselho de Administração