Galeria

Educação Social

A Educação Social é um dos vetores fundamentais da intervenção social da CASFIG. As ações desenvolvidas neste domínio visam dotar e potencializar os residentes de instrumentos valorativos de competências pessoais de modo a contribuir para a integração social das famílias residentes.

O trabalho desenvolvido nesta área tem vindo a versar sobretudo em ações de caráter educativo, cultural, recreativo e social.

1. Educação e Formação Parental

Com base no acompanhamento que a CASFIG tem vindo a realizar junto dos agregados familiares residentes, bem como no levantamento das necessidades realizado pela equipa técnica de ação social, temos vindo, a desenvolver estratégias dirigidas às famílias mais vulneráveis e às condições de vida das crianças e jovens em situação de risco.

A privação de um meio familiar adequado constitui um fator de risco acrescido para a construção de vidas plenas no que respeita à participação e autonomia.

Trata-se, portanto, de efetuar uma verdadeira aposta nas famílias, porque acreditamos que a mesmas, apoiadas, criarão condições para educar de forma diferente os seus filhos, contribuindo assim para crianças e jovens emocionalmente mais equilibrados, integrados socialmente e, principalmente, a gostarem de si e da vida. Deste modo, nesta área de intervenção, a CASFIG pretende atingir os seguintes objetivos:

  • Prestar informação ao pais no sentido de facilitar a compreensão dos problemas escolares dos filhos, ajudando-os a ultrapassá-los;
  • Explorar os motivos/causas do insucesso, absentismo e abandono escolar;
  • Incentivar os pais a desenvolverem o sentido de responsabilidade dos filhos no seu processo educativo, bem como a valorização do seu esforço, desaconselhando a indiferença relativamente ao desempenho escolar seja ele de sucesso ou não;
  • Reforçar o papel preponderante que a escola tem na formação das crianças e adolescentes, repercutindo-se no seu desenvolvimento pessoal e futuro profissional;
  • A prevenção do insucesso escolar e abandono precoce da escola, promovendo uma maior proximidade entre a escola e a família, através de uma boa comunicação;
  • A prevenção de comportamentos desviantes, dando-se incidência às problemáticas do alcoolismo, toxicodependência e violência doméstica;
  • Fortalecer a relação pais/filhos, os vínculos familiares, a dinâmica afetiva e a autoestima;
  • Incutir hábitos de vida saudável, ao nível das rotinas, da saúde, da alimentação, da higiene pessoal e habitacional, relevando a sua importância ao nível pessoal e social;
  • Promover a intergeracionalidade.

Esta aposta nas práticas parentais, é feita através de ações de sensibilização/formação dirigidas aos pais por técnicos especializados, com distribuição de folhetos informativos, e pelo acompanhamento técnico regular e personalizado ás famílias, com particular incidência nas famílias que, pelas mais variadas razões, revelam maiores dificuldades e debilidades ao nível das competências parentais.

2. Ações de sensibilização e esclarecimento

A CASFIG tem vindo a organizar sessões de esclarecimento e/ou sensibilização com o objetivo de informar/formar a população residente nas habitações sociais.

Toxicodependências:

Em parceria com as instituições competentes, a CASFIG tem levado a cabo ações de sensibilização e esclarecimento sobre as toxicodependências, dirigidas à população residente mais jovem e aos respetivos encarregados de educação.

Pediculose e Sarna:

Em colaboração estreita com equipa de saúde comunitária, na qual se integra a Delegada de Saúde Pública, a CASFIG organizou sessões de esclarecimento com o objetivo de informar e formar os agregados familiares residentes das temáticas de Pediculose e Sarna, problemas de saúde pública com que fomos confrontados. Serviram essas sessões para prestar esclarecimentos ao nível de higiene (pessoal e da habitação), vacinação e alimentação.

Em simultâneo, realizaram-se ações de sensibilização de caráter mais informal, através de deslocações a casa das famílias.

3. Grupo de Jovens

A CASFIG criou um Grupo de Jovens no empreendimento de Creixomil, cujos principais objetivos é promover a autoestima dos jovens, desenvolver estilos de vida saudáveis e prevenir ou eliminar situações de risco.

Trata-se de uma experiência piloto, que pretendemos ver alargada aos restantes empreendimentos.

O grupo funciona semanalmente, com actividades de caráter lúdico e desportivo e o debate de temas escolhidos pelos próprios jovens.

Para a efetivação das actividades referidas, a CASFIG tem vindo a estabelecer parcerias com as diferentes instituições existentes no Concelho, cujos técnicos se têm disponibilizado para orientar as sessões de debate de diferentes temáticas, como por exemplo, o planeamento familiar , o álcool , as drogas, a evolução do conceito de família , a gestão de conflitos e os cuidados básicos de saúde . No que concerne às actividades desportivas, esta empresa municipal tem vindo a contar com a colaboração do Ginásio Razões do Corpo, cujos técnicos têm vindo a ministrar, na sala de ATL existente, aulas de Capoeira, Karaté, Kickboxing, entre outras.

Pretende-se, assim, promover comportamentos adequados na comunidade em que se inserem, potencializando a sociabilidade e o fortalecimento de laços comunitários.

4. Programa de Férias de Verão

Desde o seu primeiro ano de existência, a CASFIG organiza, anualmente, um Programa de Férias de Verão, dirigido a todas as crianças e Jovens, dos 4 aos 18 anos, residentes nas habitações que se encontram sob a sua gestão. Este programa inicia no mês julho e termina no mês de setembro.

Com a realização deste programa, pretende-se ocupar saudavelmente as crianças e jovens residentes, intervir de forma pedagógica na sua formação e proporcionar experiências em contextos sociais diferentes que, de outro modo, não teriam possibilidade de vivenciar, promovendo, assim, a igualdade de oportunidades relativamente a outras crianças e jovens.

A efetivação do Programa de Férias de Verão é feita com a realização de um conjunto de actividades de caráter lúdico e pedagógico, rentabilizando os espaços físicos existentes em cada um dos empreendimentos (salas de condomínio e espaços exteriores), bem como os espaços/instituições de interesse existentes dentro e fora do Concelho de Guimarães.

Para a programação das actividades, a equipa técnica procura recolher opiniões junto de todas as crianças interessadas, no sentido de auscultar as suas pretensões e expectativas relativamente ao Programa de Férias.

5. Organização de Passeios

Com o objetivo de promover o fortalecimento das relações de vizinhança, a convivência entre os moradores dos vários empreendimentos sociais e o estreitamento das relações com a equipa técnica da CASFIG, têm sido organizados passeios convívio dirigidos a todos os agregados familiares residentes no parque habitacional da CASFIG.

Os destinos de eleição têm vindo a ser escolhidos em colaboração com os moradores, como são exemplo disso os passeios à cidade de Fátima, que tem vindo a ser realizado todos os anos, a Trás-os-Montes e a Lisboa. Com a exceção deste último, todos os passeios tiveram a duração de dois dias, ou seja, um fim de semana.

Estas iniciativas revestem-se de grande importância, uma vez que contribuem para o alargamento dos horizontes culturais dos seus participantes e possibilitam a vivência de situações que de outra forma dificilmente seriam experiênciadas.

6. Dia Mundial da Criança

No âmbito da comemoração do Dia Mundial da Criança, a CASFIG levou a efeito uma mega-atividade no Pavilhão Multiusos de Guimarães. Embora este evento fosse especialmente dirigido às crianças residentes no parque habitacional gerido pela CASFIG, esta empresa municipal entendeu abrir a actividade a toda a comunidade vimaranense.

Desta forma, pretendeu-se promover o convívio das crianças residentes com a população infantil em geral, bem como fomentar o envolvimento de toda a comunidade no trabalho de caráter social que temos vindo a realizar junto desta população.

Para a realização desta atividade, na qual recebemos a visita de mais de um milhar de pessoas, a CASFIG criou parcerias com as diferentes instituições existentes no Concelho de Guimarães, cujo contributo se revelou precioso para o êxito desta actividade.

A atividade teve a duração de um dia, durante o qual foram realizadas diferentes atividades, das quais destacamos as seguintes:

  • Atelier de Pinta caras;
  • Atelier de Cabeleireiro;
  • Atelier de Missangas;
  • Atelier de Cordas;
  • Atelier de desenho;
  • Jogos tradicionais;
  • Demonstrações desportivas (Karaté, Capoeira, Hip-hop, Kickboxing)
  • Circuito de Bicicletas;
  • Badmington;
  • Insufláveis;
  • Desportos radicais (escalada, slide e rappel);
  • Karaoke;
  • Teatro (atuação do Grupo Infantil de Teatro de Braga);
  • Atuação de Grupos Musicais;
  • Atuação de um Grupo Circense.

No âmbito desta actividade, a CASFIG realizou ainda o Concurso de Desenho A Minha Casa , do qual resultou o símbolo da actividade, que constou nos cartazes de divulgação do evento, bem como na Tshirt enveredada por todos os elementos que organizaram e/ou colaboraram na realização da actividade.

7. Torneio Futebol 5

Durante o segundo semestre do ano de 2004, a CASFIG organizou e levou a efeito o Primeiro Torneio de Futebol 5 Intra empreendimentos Sociais.

O Torneio contou com a participação de 9 equipas, distribuídas em três diferentes escalões: feminino, masculinos jovens e masculinos adultos. Tratou-se de uma actividade desportiva que mereceu uma forte adesão de todos os residentes, quer no que diz respeito à participação nos jogos, quer no que concerne à assistência dos mesmos.

As várias jornadas decorreram aos domingos de manhã no pavilhão da Casa do Povo de Fermentões, terminando a última jornada com a cerimónia de entrega de prémios ás equipas vencedoras e com mais fairplay.

Com este evento, a CASFIG pretende não só promover a prática da actividade desportiva, mas também incutir nos seus participantes princípios de entreajuda, de respeito pelo outro e de cumprimento de regras.

9. Festa de Natal

No sentido de comemorar em festa a quadra natalícia, a CASFIG organiza anualmente uma festa de Natal, dirigida a todas as famílias residentes no parque habitacional que se encontra sob sua gestão. Nos últimos anos, o evento tem vindo a ocorrer no Salão Nobre da Casa do Povo de Fermentões, registando-se sempre uma grande adesão das famílias residentes.

O Programa da festa tem consistido num conjunto de atuações de crianças e jovens dos vários empreendimentos (danças e teatro), pela a atuação de um grupo musical e pela entrega de presentes, pelo Pai Natal, a todas as crianças até aos 14 anos.

Realiza-se ainda um lanche convívio, para o qual cada uma das famílias contribuiu com um doce ou um salgado, seguido de um baile.

10. Festa de Carnaval

No sentido de comemorar a época carnavalesca, a CASFIG organizou uma Festa de Carnaval para todas as famílias residentes nas habitações sociais.

Para esse efeito, esta empresa municipal contou com a colaboração do proprietário da Discoteca Penha , palco desta actividade.

A maioria dos participantes compareceu devidamente mascarado, o que conferiu um colorido especial à festa.

Também com esta actividade se pretende e estreitar as relações de vizinhança, bem como promover o convívio das famílias residentes nos diferentes empreendimentos.